<

 descortinando 
 paisagem 

Descortinar, abrir, dar chance para ver o fora e além. Neste ensaio, buscou transmutar a rede de pesca de sua finalidade para o seu deixar ser sem fim quando repousada. Numa relação estética com a rede e a paisagem do posto 6 de Copacabana, no Rio de Janeiro, o ensaio usou a rede como elemento de cobertura da paisagem, de malha para o mundo e quais possíveis óticas pode-se ver com e através dela. Como desvelar um outro mundo? O ensaio foi fotografado com filme Revolog Kolor, alterado quimicamente virgem antes de ser fotografado. O acaso do filme especial e da fotografia analógica contribui para um resultado inesperado, parte do conceito deste ensaio que propõe a recriação da paisagem.

 

Rio de Janeiro, 2015.