<

 Margens delimitam o curso do rio,

 a liberdade, o aguadouro, as vidas.

 

 Existem para curvarem-se

 às águas e deixá-las que irriguem sua terra.

 São margens que transbordam nos rios.

 

***

Margens contornam,

dão forma,

não dão mar

é em seu poder de ser,

limitar.

 

Livre é o rio.

Águas,

movimento.

A força  em desaguar

em doce ou sal,

rio ou mar.

 

Margens dão nomes

margens identificam

margens territorializam

margens não fluem

margens são

E quem as transformam são as águas.

 margens 
 e as águas que 
 atravessam 

Video poema a partir das fotografias realizadas durante a Expedição Nortear dentro do XVIII Encontro Internacional do Imaginário das Formas Narrativas Orais Populares da Amazônia Paraense (IFNOPAP) Departamento de Letras | Universidade Federal do Pará (UFPA), Rio de Janeiro, 2014

 

 

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2015 imagempalavramovimento